quarta-feira, 5 de maio de 2010

REDE URBANA, PROBLEMAS SOCIAIS E AMBIENTAIS URBANOS

Algumas cidades brasileiras, por concentrar serviços, comércio e órgãos públicos, acabam atraindo moradores de outros locais.Isso quer dizer que elas exercem influência econômica, política e cultural sobre outros lugares, por causa da melhor infra-estrutura urbana e dos serviços que oferecem. São municípios que apresentam uma grande CENTRALIDADE. O IBGE dividiu os municípios brasileiros em oito níveis de atração, da máxima a muito fraca centralidade.
Fortaleza, Recife, Salvador, Goiânia, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre são os municípios brasileiros de CENTRALIDADE MÁXIMA.
São Paulo é a cidade que tem maior poder de atração sobre cidades de todas as regiões brasileiras.
Essa relação de atração/influência que os municípios têm uns sobre os outros é o que denominamos REDE URBANA.
Com a migração de indústrias e de pessoas para as grandes cidades e para municípios vizinhos a elas, ocorre o crescimento urbano. Algumas áreas vão sendo densamente ocupadas a ponto de, muitas vezes, não conseguirmos distinguir um município de outro. Essa grande aglomeração, que une municípios vizinhos é denominada CONURBAÇÃO.
Devido a esse processo, em algumas áreas, são definidas as REGIÕES METROPOLITANAS, formadas por um município central e outros que estão sob sua influência.
Assim, ocorre um constante movimento de entrada e saída de pessoas entre os municípios que compõem uma região metropolitana, onde predominam atividades dos setores secundário e terciário. A maioria das regiões metropolitanas está situada nas regiões Sudeste e Sul. A região metropolitana de São Paulo é a que apresenta o maior número de municípios (39). Já a chamada Grande São Luís é a menor das regiões metropolitanas, com apenas quatro municípios.
Da população considerada pobre, ou extremamente pobre, a maioria vive nas cidades, principalmente nas regiões metropolitanas. Nessas regiões vivem 80% da população moradora da favela.
Assim como os problemas sociais, os problemas ambientais urbanos não são encontrados apenas nas grandes cidades.
Principais problemas que afetam as populações pobres dos grandes centros urbanos:
1. Insuficiência dos serviços de hospitais, moradia, escolas, creches, centros de lazer e cultura;
2. Precariedade nos serviços de saneamento básico;
3. Sistema de transporte coletivo deficiente e precário;
4. Elevados índices de violência.
Assim como os problemas sociais, os problemas ambientais urbanos não são encontrados apenas nas grandes cidades.
Os problemas ambientais urbanos mais comuns são as poluições atmosféricas, das águas, visual e sonora.

7 comentários:

GABRIELA disse...

Professora parabens o Google da senhora esta Lindo gostei muito beijos .

emyleepestana disse...

eu adorei perfeitamente este site e tudo resumidamente do jeito que dar para nosso estudo gostei muito

Manú Rodrigues disse...

Interessantíssimo, ótimo para o vestibular,parabéns pela metodologia!

soninho disse...

me serviu muito parabens bjs....

Denisson Amorim disse...

meu nome é Dênisson sou de goiânia gostei muito concerteza vou tirar 10 no meutrabalho!!!!!!!!!!!!

lucas disse...

oi meu nome e lucas sou da cidade operaria e eu vou tirar 10com essa ajuda valeu !!!!!!!!!!!!!

Leonardo Dutra disse...

Adorei isso me ajudo muito a interder um assunto para a prova